Livros dos Membros IJRJ

postado em: Livros | 0

• CLÁUDIA KATERINA VIEIRA BRASIL

livro1

CORES, FORMAS E EXPRESSÃO – EMOÇÃO DE LIDAR NA CLÍNICA JUNGUIANA.
Editora Wak Ano 2013

A Arteterapia e a emoção de lidar foram e são correntes muito próximas de pensamento. A imagem não deve ser perseguida, guiada, mas expressa de forma espontânea. Então, tanto a Arteterapia quanto a prática da Dra. Nise da Silveira, emoção de lidar, conduzem para os mesmos efeitos desejados, ou seja, a expressão de imagens internas de forma espontânea. Esse livro traz a experiência de Claudia Brasil nessas duas dimensões, a Arteterapia e a emoção de lidar, em um único espaço, o consultório junguiano. Unir teoria e expressão criativa com o intuito de proporcionar a livre manifestação do inconsciente, um processo de transformação. Em todos os capítulos, percebemos a arte como forma libertadora de conteúdos desconhecidos. A natureza da psique se encarrega de anunciar aquilo que deve ser olhado, interpretado e integrado à consciência e à vida.

• DANIELA BENZECRY

livro2

DROGADIÇÃO, A RECUPERAÇÃO EM AA E NA E A ESPIRITUALIDADE
Editora Independente Ano 2010

Neste livro, o processo espiritual de recuperação e alguns aspectos do programa de recuperação de AA e NA são analisados utilizando-se de conceitos da psicologia de Jung.

livro3

SENTIMENTOS, VALORES E ESPIRITUALIDADE
Editora Vozes Ano 2016

Estudar os sentimentos leva-nos a apropriarmos de nossa vida de maneira mais consciente, autônoma e gratificante, e a nos percebermos como autores e não vítimas e podermos transformá-la, começando por dentro de nós mesmos. A partir da escuta dos recados que os sentimentos nos enviam, podemos encontrar a paz de espírito. Para aprimorar este caminho de desenvolvimento pessoal e espiritual, o leitor encontra aqui uma fundamentação teórica e práticas vivenciais que promovem uma mudança na forma como enxergamos e lidamos com nossos sentimentos.

• DULCINEA DA MATA RIBEIRO MONTEIRO

livro4

MULHER: FEMININO PLURAL
Editora Rosa dos Tempos Ano 1998

Mulher: feminino plural delineia as diferença entre masculino e feminino e mostra como essas diferenças psíquicas se manifestam no ser humano. Utlizando as mulheres como principal expoente do feminino, faz um percurso histórico da realidade da mulher desde a antiguidade até o movimento feminista, em seu apelo intrínseco de torná-la sujeito de sua própria vida.

livro5

DIMENSÕES DO ENVELHECER
Editora Revinter Ano 2004

O livro faz uma explanação a respeito sobre o que é ser velho nos dias de hoje, em que tudo é rápido, prático, moderno e jovial. Explica as transformações que o corpo passa a medida que envelhecemos.

livro6

DEPRESSÃO E ENVELHECIMENTO – SAÍDAS CRIATIVAS
Editora Revinter Ano 2002

Esta obra compõe-se de duas partes. Na primeira, o foco está no processo de envelhecimento e depressão, enquanto que na segunda está nas saídas criativas para a depressão, ou seja, arte, atividade e afetividade.

livro7

PUER-SENEX – DINÂMICAS RELACIONAIS
Editora Vozes Ano 2008

Jung afirma que toda forma elementar do ser contém dentro de si o seu oposto, sendo assim, o enrijecimento em uma das polaridades, isto é, a saída da conexão do eixo relacional Puer-Senex propicia a vivência dos aspectos negativos tanto do Puer como do Senex.

livro8

ESPIRITUALIDADE E FINITUDE
Editora Paulus Ano 2006

Diante de um mundo fragmentado e envolvido pelo consumismo e pela busca de prazer imediato, plenamente massificado, da sociedade do espetáculo, das aparências, podemos perguntar como Jung – O que nos reserva o futuro? Neste livro, junguianos de maior representatividade no Brasil buscam refletir sobre a necessidade do ser humano de encontrar um sentido para a vida, isto é, vivenciar a espiritualidade, conectar-se com sua alma, com seu self. A resposta para este vazio angustiante está na renovação espiritual, no encontro com Deus, na busca da individuação.

livro9

SONHOS – DO COTIDIANO AO ARQUETÍPICO
Editora Wak Ano 2010

Desvelar a riqueza de nossa vida onírica sempre despertou o interesse de vários estudiosos, principalmente de C. G. Jung que, de fato, mostrou como os sonhos são a via régia para o inconsciente, fonte inesgotável de sabedoria articulada à vida arquetípica. Daí a importância do trabalho com os sonhos.

livro10

APOSENTADORIA – PONTO DE MUTAÇÃO?
Editora Qualitymark Ano 2012

Esta obra propõe deixar os mitos e preconceitos de lado, abrindo espaço para a ressignificação do ato de se aposentar. Dividido em três partes – Aposentadoria. Transição e Mutação; Ressignificando os afetos e a polifonia do amor e Qualidade de vida após a meia-idade, o livro é escrito de forma bem didática e enriquecido com citações de filósofos.

livro11

ARTETERAPIA – ARQUÉTIPOS E SÍMBOLOS
Editora Wak Ano 2011

Desvelar a riqueza psicológica, a realidade do inconsciente coletivo, da dinâmica propulsora dos arquétipos por meio das imagens e dos símbolos em nossas vidas foi o foco desta obra. Nossa vida, como propôs Jung, é a Vida Simbólica, pois alma é imagem e imagem é alma. Vivemos mergulhados em imagens e símbolos. Jung evidencia a riqueza do inconsciente como Processo Criativo, fonte de inspiração e transformação para cada um de nós. Assim, esse livro explora o Processo Criativo sob diferentes enfoques: nas vivências da Arteterapia, na riqueza imagética e simbólica da pintura de Frida Kahlo e Van Gogh e no mundo da propaganda. Esta obra se destina a buscadores, que anseiam por compreender as nuances criativas da alma, e aos profissionais e aos estudantes de Psicologia, Arteterapia, Artes Plásticas, Comunicação, etc.

livro12

JUNG E O CINEMA
Editora Juruá Ano 2015

Este livro analisa diversos filmes através da Psicologia Analítica de C. G. Jung.

livro13
METANÓIA E CRISE DA MEIA-IDADE
Editora Paulus Ano 2007

Na consciência do fluir da temporalidade temos a oportunidade de questionar o viver. Esta fase da vida, Jung denomina Metanóia.

• HUMBERTHO OLIVEIRA

livro14

MITOS, FOLIAS E VIVÊNCIAS
Editora Mauad Bapera Ano 2014

Mitos, Folias e Vivências é o primeiro volume da Coleção Alma Brasileira, voltada para a mitologia brasileira e embasada no pensamento de Carl Gustav Jung. A obra nos apresenta a visão junguiana dos mitos: o Curupira e os mitos de inversão; a origem da folia de reis na tradição oral; a performance do Cazumba; e vivências míticas. Os autores nos apresentam várias compreensões sobre a importância do mito, detendo-se nos símbolos e rituais da cultura brasileira. Procurando demonstrar que o tecido do qual são feitos os sonhos, os devaneios e as fantasias, é o mesmo do mito e dos contos de fada. Este volume resgata a importância da linguagem mítica para o homem contemporâneo.

livro23

DESVELANDO A ALMA BRASILEIRA
Editora Vozes Ano 2018

Este livro inaugura a “Coleção Jung contemporâneo”, um projeto do Departamento de Publicações da Associação Junguiana do Brasil. Seus capítulos provêm de estudos apresentados e discutidos na jornada “Alma Brasileira”: revisitando nossas raízes culturais, que aconteceu em Salvador em junho e julho de 2017. Alma brasileira, complexo tema. Não se trata de se referir a uma especifica identidade brasileira, mas, sim, às múltiplas identidades de nossa brasilidade. São muitos brasis num só, são muitas histórias sobre ele, são muitas as referências identitárias. Aqui mora a diversidade étnica e geográfica, aqui mora o sincretismo das muitas almas brasileiras.

• LÍGIA DINIZ

livro15

ARTE LINGUAGEM DA ALMA – ARTETERAPIA E PSICOLOGIA JUNGUIANA
Editora Wak Ano 2018

Com a mão que guia o pincel, com o pé que executa os passos da dança, com a vista e o ouvido, com a palavra e com o pensamento: é um impulso obscuro que decide, em última análise, quanto à configuração que deve surgir; é um a priori inconsciente que nos leva a criar formas.S imagem e a significação são idênticas, e à medida que a primeira assume contornos definidos, a segunda se toma mais clara.

livro16

MITOS E ARQUÉTIPOS NA ARTETERAPIA
Editora Wak Ano 2014

Tendo como referência teórica a Psicologia junguiana, a autora trabalha a mente, o corpo e (especificamente) o resultado da atividade das mãos. Para a mente, oferece uma antiga manifestação da cultura humana os mitos e seus respectivos ritos. Os alunos da Formação em Arteterapia também entram em contato, lendo-os, resumindo-os, procurando extrair deles lições de sabedoria. Na segunda etapa – as vivências – o corpo é chamado para interpretá-los por meio da dança e de seus movimentos, de técnicas teatrais etc., em uma integração quase sempre relegada entre mente e corpo. Finalmente, materiais são oferecidos aos alunos para que eles expressem no mundo consciente as ideias e os sentimentos que receberam nas fases anteriores.

livro17

ARTETERAPIA E AS DEUSAS – VIVENCIANDO O OLIMPO
Editora Wak Ano 2015

As deusas gregas ofertam uma possibilidade de explicitação de nossas dinâmicas e polaridades, bem como o poder transformador dessas energias; elas estão em nós e são potenciais a serem ativados em diferentes momentos de nossas vidas. A Arteterapia, no tocante à temática deste livro, utiliza-se da mitologia como um dos instrumentos possíveis para acessar conteúdos do inconsciente – no processo de encontro com o si-mesmo. Ao nos permitirmos vivificar os diversos mitos por meio de encontros arteterapêuticos, podemos dizer que nos damos a oportunidade de um ‘bailado’ das deusas em nós, cativando nossa possibilidade de inteireza.

livro18

A ARTE CONDUZINDO AO SAGRADO – VOL.4 DA COLEÇÃO ESTUDOS EM ARTETERAPIA
Editora Wak Ano 2015

“Estudos em Arteterapia – Cadernos da AARJ” apresentam artigos, relatos de experiências, estudos de casos e outros registros, que convidam os leitores a conhecerem os múltiplos caminhos, que essa nova área de conhecimento pode percorrer.

• MARIA CRISTINA URRUTIGARAY

livro19

ARTETERAPIA: A TRANSFORMAÇÃO PESSOAL PELAS IMAGENS
Editora Wak Ano 2011

O trabalho do arteterapeuta é de estimular o sujeito a criar até a finalização de sua obra. O bom preparo do arteterapeuta se faz necessário para acompanhar a execução desse trabalho, observando suas atividades, reações e expressões. Preocupada com os rumos da atuação do arteterapeuta, Maria Cristina Urrutigaray nos presenteia com Arteterapia – A Transformação Pessoal pelas Imagens.

livro20

INTERPRETANDO IMAGENS- TRANSFORMANDO EMOÇÕES
Editora Wak Ano 2007

A importância deste trabalho está na ênfase dada às questões das imagens valorativas e afetivas que emergem no Encontro Analítico e representam os padrões arquetípicos da humanidade

• PAULA BOECHAT

livro20

TERAPIA FAMILIAR- MITOS, SÍMBOLOS E ARQUÉTIPOS
Editora Wak Ano 2007

Os mitos surgiram na Antiguidade como uma tentativa de explicar a realidade. O tempo passou e hoje eles permanecem vivos no nosso inconsciente, influenciando a vida consciente através de seus símbolos imortais. Partindo dessa ideia, Paula Pantoja Boechat consegue com muita clareza e perspicácia, amparada por anos de experiência, relatar como estes mitos estão presentes na vida familiar.

• WALTER BOECHAT

livro24

O LIVRO VERMELHO DE C. G. JUNG – JORNADA PARA PROFUNDIDADES DESCONHECIDAS
Editora Vozes Ano 2014

Em O Livro Vermelho de C. G. Jung – Jornada para profundidades desconhecidas, Walter Boechat pretende levantar apenas algumas questões que julga de interesse dos leitores de Jung, questões que impressionaram como bastante significativas não só para a compreensão da obra junguiana, mas que lançam luz sobre o grande mistério do que é a natureza humana e sobre essa dimensão nova que Jung e Freud desvendaram para a contemporaneidade: o universo do inconsciente e as possíveis maneiras de abordá-lo.

livro25

MITOPOESE DA PSIQUE – MITO E INDIVIDUAÇÃO
Editora Vozes Ano 2009

Mitopoese é palavra composta derivada do grego Mythos conto, narrativa, e Poieses, criação. Refere-se à capacidade espontânea da psique de produzir mitos, sob as mais variadas circunstâncias. O mito está fortemente presente tanto nas sociedades tribais. A psicologia analítica debruça-se sobre os mitos vendo neles uma maneira de entender o processo de individuação e o pensamento inconsciente. As categorias junguianas são aqui usadas para entender o papel fundamental dos mitos na cultura.

livro26

O MASCULINO EM QUESTÃO
Editora Vozes Ano 1997

A questão do masculino em nossa sociedade é tema da maior atualidade e importância. Na crise de identidade sexual na qual a sociedade contemporânea mergulha, se faz necessária uma reflexão. Pouco se tem debatido sobre a crise de identidade masculina, que nesse volume é analisada sob diferentes prismas, além do enfoque da psicologia junguiana.

livro28

MITOS E ARQUÉTIPOS DO HOMEM CONTEMPORÂNEO
Editora Vozes Ano 1997

O estudo da mitologia dentro de uma perspectiva da psicologia junguiana é fundamental. As diversas configurações simbólicas tratadas nesse volume, sejam elas da mitologia grega, sejam literárias, representam símbolos arquetípicos do processo de individuação. O símbolo pode lançar luz tanto sobre o desenvolvimento psicológico do indivíduo, quanto sobre os complexos problemas sociais da cultura atual.

livro27

A ALMA BRASILEIRA
Editora Vozes Ano 2014

Este livro aborda a questão importante da intersecção da alma brasileira coletiva e a alma dos indivíduos, como elas se afetam, como a memória ancestral de todo um povo afeta o comportamento de cada pessoa. O propósito central das reflexões nesse livro é promover um processo de recuperação das memórias de nossas origens multiculturais em um processo de resgate de raízes brasileiras, de sua alma e de seus contrastes.

Clique nas editoras se quiser comprar algum exemplar:

Editora Vozes
Editora Wak
Editora Paulus
Estante Virtual

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *